Páginas

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

UM SONHO DE LIBERDADE LUANA BOENO MELÂNIA DE MATTOS RALF FREIRE


UNIVERSIDADE DE CUIABÁ
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS



RELAÇÃO DO FILME: “UM SONHO DE LIBERDADE”

LUANA BOENO
MELÂNIA DE MATTOS
RALF FREIRE




















Sorriso – MT
2012/2
UNIVERSIDADE DE CUIABÁ
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS
















RELAÇÃO DO FILME: “UM SONHO DE LIBERDADE”


Relação do filme com a vida empresarial apresentada ao curso de Ciências Contábeis da Universidade de Cuiabá, como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel em Ciências Contábeis sob orientação do Professor Especialista Jazon Pereira.




Sorriso – MT
2012/2
Filme: Um sonho de Liberdade
Introdução
O filme conta a história de um banqueiro bem sucedido, Andy Dufresne que tem sua vida arruinada após o assassinato de sua esposa, mesmo sendo inocente ele é condenado a pagar pelo crime, é levado a Shawshank, uma prisão que era conhecida pela severidade e por nunca ninguém ter escapado de lá.
Nos primeiros dias na prisão a vida de Andy vira um inferno, pois ele se recusa a participar de um grupo homossexual, e por isso é espancado brutalmente, mas um tempo depois faz amizade com outro prisioneiro chamado Red. Aos poucos, Andy preenche seu tempo ajudando a todos da prisão usando seus conhecimentos de banqueiro para imposto de renda para os seguranças do presídio inclusive do capitão e diretor, faz muitos amigos, ajuda na montagem da biblioteca, conquista o respeito tanto dos outros presidiários como da direção do presídio.
Mesmo já estando lá por muito tempo e com uma “boa” vida dentro da prisão Andy nunca perde a esperança de um dia ser livre novamente. Depois um plano de fuga muito bem elaborado, Andy finalmente se vê livre de tudo aquilo.


Desenvolvimento
Dentro do filme pode ser identificada a administração cientifica do engenheiro norte-americano Frederick W. Taylor, que tem como principal característica a ênfase nas tarefas com o objetivo de aumentar a eficiência operacional. Pode ser notado esse tipo de administração nas cenas onde os presidiários cumprem suas tarefas, com muita cobrança dos guardas, e onde Andy recebe a grande tarefa de cuidar das finanças do diretor.
Também pode ser visto a administração de Henri Fayol, uma teoria de administração clássica, que tem com objetivo a análise das tarefas de cada indivíduo dentro da organização, dividindo suas funções dentro empresa.
Pode ser notado em várias cenas dos filmes, onde são denotadas diversas tarefas para cada detento, onde Andy no início recebe a função de ficar na lavanderia, e depois de conquistar a confiança dos guardas consegue chegar, a uma função que se assemelha a que ele executava fora da prisão.
A administração burocrática, criada pelo sociólogo alemão Max Weber, que tem por característica a racionalidade do ponto de vista das atividades desempenhadas na organização, com autoridade, poder, hierarquia, disciplina, ordem e controle, assim como as outras teorias.
Pregava uma administração centralizadora, total e exclusivamente responsável pela organização e uso dos recursos da empresa, padronizando as atividades e controlando-as através da persuasão, coação, punições e recompensas marginais. Pode ser visualizada na maioria das cenas onde os presidiários realizavam suas funções, na cena onde Andy, Red e outros detentos saiam para fazer trabalhos externos, onde eram monitorados, e punidos se não fizessem o trabalho correto.
E finalmente sãonotados os tipos de poderes, os tipos de contratos psicológicos, e os tipos de organização que afirma o sociólogo e professor ArmitaiEtzione, que nasceu na Alemanha. Ele acredita que as organizações são unidades sociais, que possuem objetivos específicos, por isso não se encaixam em modelos universais.
O que Etzione acredita é visivel em várias cenas, pois o diretor da prisão usa de sua autoridade e do seu poder, para que suas ordens possam ser cumpridas através da força coercitiva, com pressão psicológica, castigos, ele consegue manter uma organização de obediência.
O filme relata momentos triste, alegres, descontraídos, e mostra que para aqueles homens conseguirem viver muito tempo presos naquele lugar, é necessária muita força de vontade, e esperança, sempre acreditando que serão livres como já foram um dia.

Referências:
DARABONT, Frank. Um sonho de liberdade. Estados Unidos: longa-metragem, 1994.

Nenhum comentário:

Postar um comentário