Páginas

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

UM SONHO DE LIBERDADE CLODIMAR PACHECO JOSÉ CARLOS LIMBERGER JONAS CHARKOSKI



FACULDADE DE SORRISO – FAIS
CLODIMAR PACHECO
JOSÉ CARLOS LIMBERGER
JONAS CHARKOSKI


RESENHA CRÍTICA DO FILME “UM SONHO DE LIBERDADE”


SORRISO (MT)
2012/2
CLODIMAR PACHECO
JOSÉ CARLOS LIMBERGER
JONAS CHARKOSKI
  
RESENHA CRÍTICA DO FILME “UM SONHO DE LIBERDADE”



Trabalho apresentado a coordenação do curso de Ciências Contábeis “A” como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel Em Ciências Contábeis.
      Orientado pelo Prof.Esp. Jazon Pereira.





SORRISO (MT)
        2012/2
RESENHA CRÍTICA DO FILME “UM SONHO DE LIBERDADE”





2) RESUMO
Esse filme relata um fato veridico ocorrido em 1941 e lançado em 1994 nos EUA e conta a situação dramática pelo qual Andy Dufran, um conhecido e bem sucedido banqueiro passou ao ser condenado à prisão perpétua pelo assassinato de sua esposa e o amante, condenação essa injusta e mandado para uma prisão conhecida pela severidade e o rigoroso esquema de segurança, fato este pelo qual nunca ninguém havia fugido dela.
A prisão se chamava Shawshank e logo na chegada Andy já teve uma noção de como seria sua vida a partir daquele momento ao presenciar a morte de um prisioneiro só pelo fato do mesmo estar chorando foi espancado até a morte.
No início a vida de Andy foi um verdadeiro inferno, devido a sua recusa em participar de um grupo de homossexuais, por causa disso ele foi violentado por varias vezes, espancado, chegando a passar por mais de 30 dias na enfermaria para tratar dos ferimentos.
Com o passar do tempo Andy fez amizade com outro prisioneiro chamado Red, conhecido por conseguir muitas coisas para os prisioneiro, como cigarros, bebidas e pequenas ferramentas.  Andy e Red formam uma amizade muito grande, onde um confiava no outro.
Andy pelo fato de ter sido um banqueiro tinha um grande conhecimento de finanças e em um determionado dia estavam todos os prisioneiros fazendo um trabgalho externo a prisão quando ouviu o chefe da guarda, um cara cruel comentar que tinha recebida uma pequena herança, mas teria que pahar grande parte para o Imposto de Renda, foi nesse momento que Andy arriscou sua própria vida e deu uma sugestão para o mesmo que de inicio exitou um pouco, mas acatou a sugestão e Andy pediu em troca um pequeno favor, dar 3 cervejas a cada um de seus colegas.
Um tempo depois Andy já estava fazendo a declaração de Imposto de Renda, dando conselhos de aplicações financeiras para todos os guardas, até mesmo de outras prisões vinham até ele, sua fama se espalhou e foi ai que o diretor da prisão uma pessoa sem escrúopulos e se achava o Deus la dentro passou a manipular Andy para fazer atos ilicitos, corruptos em diversas atividades usando mão de obra prisional em beneficios próprios e Andy se encaixava certinho no esquema, pois sabia exatamente como desviar o dinheiro.
Por muito tempo Andy passou a executar as ordens do diretor sem questionar.
Mas em um determinado dia chegou outros prisioneiros e entre eles um jovem muito falante que acabou comentando sobre um companheiro de cela que teve em outra prisão onde o mesmo contou que tinha cometido um assassinato de uma mulher e seu amante e a culpa caiu sobre um banqueiro que pagou o pato. Andy então correu até o diretor e contou a história, mas não foi ouvido, pois o diretor não podia perder o seu contador particular.
Com a falta de sensibilidade do diretor Andy se recusou a continuar as fraudes e por isso foi durament5e castigado sendo colocado na solitária por mais de sessenta dias, sem regalias nenhuma Andy foi obrigado a continuar com as fraudes, mas o que o diretor não fazia idéia é que Andy sempre acreditou que um dia iria fugir e nunca havia perdido a esperança e durante 20 longos anos preparou sua fuga, pois sempre fazia tudo de maneira planejada e nunca desanimou, para ele sempre existiu uma luz no fim do túnel.
Numa noite chuvosa Andy se despediu de seu amigo Red e foi para sua cela e nunca mais foi visto, através de um túnel cavado em longos 20 anos Andy fugiu da prisão que até então era tida como impossível alguém fugir r ainda de quebra levou uma grande parte do dinheiro roubado pelo diretor e também enviou provas documentais para as autoridades de todas as fraudes e as atrocidades cometidas pelo diretor dentro da prisão.
O diretor ao saber que seria preso e que provavelmente iria cumprir pena na própria prisão se suicidou.
 3) CONCLUSÃO
O filme retrata o drama vivido por uma pessoa que foi condenado por um crime que não cometeu, mas mesmo com tudo conspirando contra ele, tudo dando errado, chegando ao fundo do poço, Andy nunca perdeu a esperança de liberdade, o sonho de ser livre novamente e nos da o exemplo de que nada é impossivel se a gente acreditar, esperança, fé em deus, acreditar no nosso sonho, tudo isso torna possível qualquer coisa.
O que Armitai Etzione afirma em comparação ao filme é o fato de que o diretor usa de sua autoridade e poder para que suas ordens sejam cumpridas através de força coercitiva, com pressão psicologica, castigos físicos, consegue manter uma organização de combate, obediência, são chamadas também de organizações de dupla obediência.
A organização utilizada pelo diretor é a de poder coercitivo na qual aplica-se diretamente a força fisica com o intuito de obter vantagens financeiras para sí próprio..
  
4) CRÍTICA:
O filme é excelente, o drama vivido pelo personagem que foi baseado em fatos veridicos nos mostra que nunca devemos perder a esperança, por mais complicado e dificil que seja a situação.
Todos os nossos problemas se for encarado dessa forma e a solução para o mesmo for feita de forma planejada, a solução será a melhor possível.
Planejamento, foco e obstinação e principalmente acreditar em nós mesmos é a resposta para nossos questionamentos quando os problemas surgem “ e agora, como vou resolver ?”, essa é a frase que todos nós fazemos diante dos problemas, a resposta esta escrito acima.


3 comentários: