Páginas

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

TANIA MARA CASAGRANDE COOPERATIVISMO SICREDI



FACULDADE DE SORRISO
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO



TANIA MARA CASAGRANDE






COOPERATIVISMO
SICREDI












SORRISO-MT
2012



TANIA MARA CASAGRANDE




COOPERATIVISMO
SICREDI





Diagnóstico Empresarial Supervisionado apresentado ao Curso de Administração da Faculdade de Sorriso – FAIS-UNIC, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Administração sob a orientação do professor especialista Jazon Pereira.


           



SORRISO-MT
2012




INTRODUÇÃO

Cooperativas são sociedades de pessoas, que se constituem com o objetivo ea finalidade de prestar serviços aos seus associados de forma mútua, buscando valores de igualdade, democracia e responsabilidade social. Tem como principio difundir o espírito de cooperação e estimular a união de todos em prol do bem estar comum. Com isso espera-se que os associados identifiquem a diferença de se fazer parte de uma cooperativa de crédito e obter serviços financeiros da instituição onde eles são os próprios gestores e participam dos resultados.
Um dos objetivos deste trabalho é mostrar primeiramente aos seus associados e a sociedade suas inúmeras vantagens e seus diferenciais de mercado, pois, muitos ainda não a conhecem e confundem com banco.
Através deste estudo espera-se divulgar e compreender melhor estas diferenças, podendo, assim os associados utilizá-las em benefício próprio e difundir este conhecimento para toda a comunidade.
O presente trabalho traz a história da Cooperativa de Crédito de Livre
Admissão de Associados Sorriso – SICREDI Celeiro do MT, pois, a cooperativa
estará completando 23 anos no dia 10 de fevereiro de 2013.
A SICREDI Celeiro do Mato Grosso atua hoje em oito municípios da região de Sorriso sendo eles: Sorriso, Sinop com duas unidades de atendimento, Feliz Natal, Vera, União do Sul, Cláudia, Santa Carmem, Nova Ubiratã e nos distritos de Boa Esperança do Norte e Primavera do Norte.







COOPERATIVISMO
Segundo o Autor Marco Antonio Perez Alves a cooperativa é uma sociedade de pessoas q se unem, voluntariamente, para satisfazer aspirações e necessidades econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente gerida.
Para a organização de cooperativas brasileiras (OCB), a sociedade cooperativa deve ser constituída por no mínimo vinte pessoas naturais, sem intenção de lucros. Nada impede, muito menos deveria dificultar, um regime político constitucionalmente democrático como o que vivemos, o surgimento de associações de pessoas para fins lícitos, já que seus oposto encontra-se tipificado no código penal como quadrilha, sendo-se circunstancia agravante para penalização do crime. Existem vários tipos de cooperativas; Cooperativa de saúde; Cooperativas educacionais; Cooperativas agropecuárias; Cooperativas de consumo; Cooperativas habitacionais; Cooperativas de trabalho; Cooperativas ecológicas; Cooperativas de mineração e Cooperativas de créditos;
Temos como objetivo apresentar a cooperativa de credito: na definição do Banco Central do Brasil, a cuja a fiscalização estão sujeitas, as cooperativas de créditos são instituições financeiras, sociedades de pessoas, conforma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, sem fins lucrativos e não sujeitas a falência, constituídas com o objetivo de propiciar credito e prestar serviços a seus associados , submetendo-se aos atos normativos baixados pela autoridade monetária nacional, como o Banco Central do Brasil, e pelo respectivo estatuto social.
A aprovação , pelo Banco Central dos pleitos de Cooperativas de créditos  não as exime , como de resto a nenhuma outra cooperativa , do cumprimento das formalidades legais dos atos societários, que será objeto de exame pela junta Comercial Local.






ENTREVISTA

1-                 Identificar uma cooperativa para desenvolver a pesquisa?
Cooperativo de Credito de Livre Admissão de Associados Sorriso – Sicredi Celeiro do MT
2-                 Levantar o Histórico da cooperativa ( tempo de atuação,numero de sócios, mercado que faz cobertura (Ramo Cooperativista)?
O SICREDI – O Sicredi é um sistema composto por 113 cooperativas de crédito, integradas horizontal e verticalmente. A integração horizontal representa a rede de atendimento (mais de 1.100 pontos), distribuídas em 10 Estados* - 905 municípios. No processo de integração vertical, as cooperativas estão organizadas em quatro Cooperativas Centrais, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla as empresas específicas que atuam na distribuição de seguros, administração de cartões e de consórcios.
As empresas por esta controladas, cujas entidades constituem um todo harmônico e funcionam sob regras administrativo-operacionais uniformes como: administradora de consócio, administradora de cartões, corretora de seguros, empresa de informática, fundação e o Banco SICREDI S.A que atuam no mercado sob a marca SICREDI e adotam padrões operacionais únicos. As cooperativas que formam o sistema SICREDI, foram constituídas e se desenvolveram para atender as necessidades de financiamentos dos sócios na tentativa de eliminar intermediários, e servir para amenizar o impacto das transformações da reformulação da atividade direta do Estado no atendimento especifico da sociedade, especialmente as comunidades rurais e os grupos de menor renda.
Missão
“Como sistema cooperativo, valorizar o relacionamento, oferecer soluções
financeiras para agregar renda e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos
associados e da sociedade.”


Visão
“Ser reconhecido pela sociedade como instituição financeira cooperativa, com
excelência operacional e de gestão, voltada para o desenvolvimento econômico e
social.”
Valores
Preservação irrestrita da natureza cooperativa do negócio.
Respeito à individualidade do associado.
Valorização e desenvolvimento das pessoas.
Preservação da instituição como sistema.
Respeito às normas oficiais e internas.
Eficácia e transparência na gestão.

3-                 Descrever o segmento a qual esta desenvolve suas atividades?
Cooperativa de Credito Rural
4-                 Entrevistar o Presidente?
 Sadi Jose Beledelli
4.1-  O que motivou ser presidente da cooperativa?
 O que motivou foi a sociedade onde era sócio desde o inicio da cooperativa em Sorriso, com isso começou a fazer parte do conselho de administração e como passar do tempo foi escolhido entre os conselheiros para assumir o cargo de presidente.
4.2-            Qual é o período do seu mandato?
Esta no cargo desde 2003, porém o mando de presidente é de 4 anos, podendo ser reeleito como é o seu caso.

4.2.1 - Quando iniciou e quando terminará?
R- 2003 á 2013

4.3-            Se houvesse uma eleição nesse momento gostaria de ser reeleito?Sim ou Não? Por que da resposta?
 Sim, Pelo trabalho desenvolvido, pelo crescimento da cooperativa e por estar preparado para continuar as atividades.
5 – Entrevistar um sócio?
Valter  Lourenço Funke dos Reis     
5.1  A quanto tempo é sócio?
9 Anos
5.2 – Por que associar a esta cooperativa.
Para Participar dos resultados e participar de uma sociedade de pessoas
6 – Quais os benefícios encontrados neste segmento (ramo) de cooperativa que lhe faz permanecer como cliente?
Pela Participação das sobras, taxas menores, e pela participação nas decisões da cooperativa.

7 – Em ordem crescente enumere:
4                    pontos fortes; Produtos de Mercado, atendimento diferenciado, participação Lucros/Sobras, taxas menores de juros, participação nas decisões da cooperativa.
5                    pontos fracos justifique sua resposta. Nada a declarar




               



CONCLUSÃO
           
           
Neste trabalho conhecemos um pouco da SICREDI, denominada em Sorriso, MT, Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados Sorriso – SICREDI Celeiro do MT é um sistema que há vinte e dois anos trabalha pela economia sustentável, agregando renda e contribuindo para o desenvolvimento de seu município e região. E para contemplar relatou-se aqui um pouco da sua história.
Onde também conversamos com o presidente da cooperativa que nos passou sua trajetória e suas atividades desenvolvidas como presidente desta cooperativa e junto também comecemos um sócio desta cooperativa onde diz estar muito satisfeito com os trabalhos e serviços desenvolvidos pelo SICREDI.
A determinação e Coragem foram atitudes que não faltaram para a SICREDI Celeiro do MT, crescer e se fortalece no mercado financeiro, tornando – se uma cooperativa sólida e competitiva.















REFERENCIAL BIBLIOGRAFICO



ALVES, Marco Antonio Peres; Cooperativismo: Arte e Ciência. São Paulo: Liv. e Ed. Universidade de Direito. 2002,


Nenhum comentário:

Postar um comentário