Páginas

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

RESENHA CRÍTICA DO LIVRO “O MONGE E O EXECUTIVO” MAYSA CATRINE COSTA



UNIVERSIDADE DE CUIABÁ
CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS


 




RESENHA CRÍTICA DO LIVRO “O MONGE E O EXECUTIVO”

MAYSA CATRINE COSTA
























Sorriso
2012/2
MAYSA CATRINE COSTA

















RESENHA CRÍTICA DO LIVRO “O MONGE E O EXECUTIVO”






Resenha crítica apresentada ao curso de Ciências Contábeis da Universidade de Cuiabá, como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel em Ciências Contábeis sob orientação do Prof. Esp. Jazon Pereira.



















Sorriso
2012/2


APRESENTAÇÃO

O Monge e o Executivo
Conta uma história de um gerente- geral de uma grande indústria casado com Rachel há 18 anos Ele formado em administração de empresas e ela em Psicologia, queriam muito ter um filho, mas Rachel sofria com infertilidade então adotaram um menino e lhe deram o nome de John (como o do Pai) e depois de dois anos Rachel inesperadamente ficou grávida de Sara seu milagre. A Vida parecia muito equilibrada em todos os sentidos, mais é claro que as coisas não são exatamente como parecem ser, minha família estava se desestruturando os empregados da fábrica recentemente tinham feito uma campanha para que um sindicato os representasse, mais a companhia conseguiu vencer a eleição, mas meu chefe não gostou do que acontecera e deu a entender que se tratava de um problema de gerenciamento da minha responsabilidade. Não aceitei a insinuação, pois estava convencido que o problema não era meu, mais dos sindicalistas que nunca se deram por satisfeitos. 
A gerente de recursos humanos sugeriu que eu examinasse meu estilo de liderança, isso me irritou profundamente! Eu a considerava uma mulher cheia de teorias, enquanto eu me preocupava só com resultados. Apesar de status e de todo o bem estar que usufruía por dentro era só tumulo de conflito, tentando enganar a todos menos Rachel. Muito angustiada Rachel sugeriu que fosse conversar com o pastor de nossa igreja, resolvi atender ao seu pedido. O pastor sugeriu que eu me afastasse por alguns dias para tentar refletir. Ele recomendou um retiro num pequeno e relativo desconhecido mosteiro cristão, o pastor disse que um dos frades era Leonard Hoffman, um ex-executivo de uma das maiores empresas dos Estados Unidos. Isso chamou minha atenção mais não queria ir, Raquel insistiu que eu fizesse com medo que Rachel me deixasse se eu não fosse, decidi fazer.
No capitulo um liderança não pode ser confundida com poder; liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem visando atingir objetivos comuns, inspirando confiança por meio da força  do caráter , o poder é a faculdade de coagir alguém a fazer sua vontade por causa da sua posição, mesmo que a pessoa preferisse não fazer.
No capitulo dois mostra a necessidade que um líder tem que identificar os velhos paradigmas e se adaptar aos novos.
No capitulo três é formulado um modelo de liderança, onde de forma resumida se baseia na liderança, autoridade, serviço e sacrifício amor e vontade.
No capitulo quatro o amor ágape definido como o ato de se por a disposição dos outros, identificando e atendendo as suas reais necessidades. Um líder deve ter paciência, bondade, respeito, humildade, honestidade, compromisso e perdão.
No capitulo cinco e seis o autor debate fixaro quanto não é fácil para um líder aplicar na pratica todos esses conhecimentos. Para adquirir habilidades de um líder é necessária muita força de vontade, pois o caminho para a autoridade e a liderança começa com a vontade.
Para finalizar a sua obra o autor cita o evangelho de João JESUS diz a seus discipulos que sua imensa alegria poderia ser a alegria deles se obedecessem seus mandamentos.Que há grande alegria em liderar com autoridade,servindo aos outros e satisfazendo suas necessidades legitimas.

CONCLUSÃO
            Eu considero a idéia do livro muito boa um bom líder nunca pode desistir de alcançar suas metas,tem que delegar funções, colocar a equipe focada na meta da organização,fixar um calendário de conquistas,esta próximo do cliente com muita dedicação.O autor do livro nos ensina que um líder identifica e satisfaz as necessidades de seus liderados e remove toda barreira para servi ao cliente,com muita honestidade,paciência,humildade,respeito e a essência que alcança toda dedicação o amor. Concordo quando ele ensina que a alegria e satisfação interior e que ao ajudarmos as pessoas esquecemos do nosso ego que destroem a alegria de viver, por isso eu me importo com as pessoas buscando ajudar em qualquer situação.

REFERÊNCIAS
HUNTER, James C. O Monge e o Executivo.Uma História Sobre a Essência da Liderança.Rio de Janeiro.Sextante,2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário