Páginas

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

JAQUELINE FAITA COOPERATIVISMO



FAIS/UNIC – FACULDADE DE SORRISO
CURSO BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
JAQUELINE FAITA






















 COOPERATIVISMO























SORRISO-MT
2012
FAIS/UNIC – FACULDADE DE SORRISO
CURSO BACHAREL EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
JAQUELINE FAITA

















COOPERATIVISMO












“Trabalho apresentado como exigência parcial para a obtenção do título de Bacharel em Administração de Empresas orientado pelo Professor Jazon Pereira”.










SORRISO-MT
2012

Cooperativa em que será desenvolvida pesquisa.
Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados Sorriso – Sicredi Celeiro do MT.
Em Sorriso atua a 22 anos, possui 6.500 associados.
É composta por 09 cidades da região: Sinop, Vera ,Claudia, Nova Ubiratã, União do Sul, Santa Carmen, Feliz Natal e Sorriso que possui duas unidades de atendimento, bem como distrito de Boa Esperança, Agua Limpa e Primaverinha.
Segmento a qual esta desenvolve suas atividades.
Instituição Financeira - Cooperativa de Credito Rural
Entrevista com o Presidente.
Atual Presidente: Sadi Jose Beledelli
  O que motivou ser presidente da cooperativa?
O que mais me motivou foi a sociedade onde era sócio desde o inicio da cooperativa em Sorriso. Com isso comecei a fazer parte do Conselho de Administração e com o passar do tempo foi escolhido entre os conselheiros para assumir o cargo de presidente.
  Qual é o período do seu mandato?
Estou no cargo desde 2003, porém o mandato de presidente é de 4 anos, podendo ser reeleito.
Quando iniciou e quando terminará?
Foi eleito em 2003  e reeleito seu mandato acabará em 2013.
Se houvesse uma eleição nesse momento gostaria de ser reeleito? Sim ou Não? Por que da resposta?
Sim, pelo trabalho desenvolvido, pelo crescimento da cooperativa e por estar preparado para continuar as atividades.
Entrevista com um associado.
Nome: Marcia de Lourdes Cesco Valendolf.
A quanto tempo é associada?
 Há 5 anos
 Por que associar a esta cooperativa.
Porque na época era cliente de outra Instituição Financeira, e não estava satisfeita com o atendimento.
Quais os benefícios encontrados neste segmento (ramo) de cooperativa que lhe faz permanecer como cliente?
Possui os mesmos produtos ofertados em outras Instituições, sou bem atendida quando procuro seus serviços, não vejo necessidade de procurar outra. Mas vale lembrar que já possuo também conta em outro banco da cidade.
Em ordem crescente enumere:
Pontos fortes:
·              atendimento exclusivo para associados;
·              o fato de ser sócio e não cliente;
·              aqui em sorriso podemos destacar a agilidade nos caixas;
Pontos fracos justifique sua resposta.
·              Poucos caixas eletrônicos;
·              Não ter unidades em todo Brasil, se for viajar pro Nordeste por exemplo, ainda não tem.













Cooperativismo
O cooperativismo já existe a quase 02 séculos. As cooperativas tiveram sua origem nas reações defensivas de trabalhadores contra altos preços dos bens de primeira necessidade. A mais antiga cooperativa, com existência documentada parece ter sido iniciada em 1760 por trabalhadores empregados nos estaleiros de Woolwich e Chatham, na Inglaterra, eles fundaram moinhos de cereais em base cooperativa. Porém, no mesmo ano foi incendiado, os acusados pelo ato foram os padeiros. Vale ressaltar que essa cooperativa só foi registrada para a história por causa deste incidente.
A primeira cooperativa moderna foi de consumo, montada por 28 trabalhadores, dentre eles uma única mulher de nome Anne Tweedale, em Rochdale na Inglatera em 1844.
Em 28 de dezembro de 1902 foi constituída a primeira cooperativa de crédito brasileira, na localidade de Linha Imperial, município de Nova Petrópolis - Rio Grande do Sul, atual Sicredi Pioneira RS.
O cooperativismo é, antes de tudo, uma filosofia do homem na sociedade em que vive, um pensamento baseado no trabalho e não no lucro, na ajuda mútua e não na individualidade. Visa ao aprimoramento do ser humano em todas as dimensões: social, econômica e cultural. Preocupa-se com a qualidade de seus produtos e serviços, com seu entorno e com o meio ambiente, busca preço justo, e trabalha para construir uma sociedade mais democrática e sustentável.
É um sistema de cooperação econômica que pode envolver varias formas de produção e de trabalho e aparece históricamente junto com o capitalismo, mas se propõe como uma das maneiras de sua superação. É conhecido como um sistema mais participativo, justo e democrático e indicado para atender às necessidades e interesses de trabalhadores. Proporciona o desenvolvimento do indivíduo por meio do coletivo.
De acordo com Gouveia (1997), “Seu objetivo não é o conjunto das pessoas, mas o individuo através do conjunto das pessoas”. É um sistema de idéias, valores e forma de organização da produção de bens e serviços e do consumo que reconhece as cooperativas como forma de organização das atividades socioeconômicas.


O cooperativismo como sistema e as cooperativas como a unidade econômica e espaço de convívio e transformação dos seus integrantes devem sempre estar articulados com as questões globais, nacionais e locais.






























 Referencias Bibliograficas
VEIGA, Sandra Mayrink. Cooperativismo. Uma revolução pacífica em ação. PD&A editora, 2002, Rio de Janeiro.
FONSECA, Isaque. Cooperativismo. Uma revolução pacífica em ação. PD&A editora, 2002, Rio de Janeiro.






















Conclusão
Depois da entrevista com um associado, o presidente de uma cooperativa local e analisando o que foi pesquisado sobre o assunto, concluo que cooperativismo é uma atividade em crescimento confiável, transmite transparência, busca trabalhar o trabalho em grupo em prol de um objetivo em comum. É um grupo de pessoas que busca crescer juntos, abrir portas para novos integrantes, procuram o conhecimento individual em prol do conjunto, porém não apoia o individualismo. Enfim, proporciona o desenvolvimento do indivíduo por meio do coletivo.



















Introdução
Neste breve trabalho, iremos conhecer um pouco sobre cooperativismo, seus objetivos, quais os ramos em que atua, como e onde surgiram as primeiras cooperativas. É um sistema que busca o bem estar dos associados, que não trabalha o individualismo nem visa o lucro, mas sim um desenvolvimento mais amplo. Visa o crescimento humano em termos social, econômico e cultural, trabalha em prol de uma sociedade mais democrática e sustentável.


Nenhum comentário:

Postar um comentário